terça-feira, 31 de janeiro de 2012

UFC oferta 31 vagas de professor na Capital e Interior

Edital 22/2012 - Seleção para Professor Substituto - Campus da UFC em Fortaleza (Departamentos: Computação/CC,  Química Analítica e Físico-Química/CC, Engenharia de Pesca/CCA, Ciências Sociais/CH, Letras Vernáculas/CH, Engenharia Elétrica/CT, Engenharia Estrutrural e Construção Civil/CT, Direito Processual/FADIR, Direito Público/FADIR, Clínica Odontológica/FFOE)



Antropologia em uma imagem


OPORTUNIDADE - Vagas para professores em Itacoatiara com salários de até R$ 10,4 mil

A UEA (Universidade do Estado do Amazonas) lança, nesta segunda-feira (30), edital com três vagas para professores no Centro de Estudos Superiores de Itacoatiara. Os salários mensais chegam a R$ 10,4 mil para profissionais com doutorado. As inscrições são de 1 a 10 de fevereiro e as vagas são para professores nas áreas de Agronomia, Biologia e Sociologia, informa o reitor da UEA, José Aldemir de Oliveira.

A remuneração, já incluindo o adicional de localidade, é de R$ 6.111 para professor especialista; R$ 7.945,60 para mestre; e R$ 10.451,17 para doutor. O edital exige que todos os candidatos tenham, no mínimo, especialização.

Os interessados em lecionar na área de Agronomia devem possuir pós-graduação em Agroecologia, Desenvolvimento Rural ou áreas relacionadas. Já os biólogos precisam ter especialização e experiência em extensão rural ou meio ambiente.

Para a vaga em Sociologia é necessário ser graduado em Ciências Sociais ou áreas afins, ter pelo menos especialização, além de experiência em economia rural e extensão rural.

“O edital é aberto para qualquer profissional do País e estamos oferecendo um dos maiores salários do Brasil, mostrando como o governo do Amazonas valoriza e investe na educação do Estado”, afirma o reitor.

São três vagas, uma para cada área. O expediente é de 40 horas semanais no período diurno. A ficha de inscrição, disponível abaixo para download, deve ser preenchida e entregue na unidade da UEA em Itacoatiara, localizada na Rua Mário Andreazza, s/n, bairro São Francisco.

A contratação dos aprovados no Processo Seletivo Simplificado será em caráter temporário. A seleção contará com análise documental, análise curricular e prova didática, onde o candidato deverá ministrar aula com 30 minutos de duração.



O resultado tem previsão de divulgação no dia 24 de fevereiro, no portal da UEA.

Por Rafael S. Nobre.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Chamada para contribuições - Cadernos de Campo, PPGAS/USP


pedimos ampla divulgação -

Chamada para contribuições

A Cadernos de Campo - Revista dos alunos de Pós-graduação em Antropologia Social da Universidade de São Paulo, abre chamada de 31 de janeiro a 31 de março de 2012 para receber contribuições em formato de artigos, ensaios, resenhas, informes, entrevistas, traduções e produções estéticas, conforme suas instruções para colaboradores.Os trabalhos devem ser apresentados em três vias impressas, acompanhadas de uma cópia em mídia eletrônica enviada para o e-mail cadcampo@usp.br ou gravada em CD-ROM.Abaixo, o endereço para envio das contribuições:Revista Cadernos de CampoDepartamento de Antropologia - FFLCH/USPAv. Prof. Luciano Gualberto, 315São Paulo/SP - BrasilCEP: 05508-900

Call for papers

Cadernos de Campo - Journal of the Graduate Students in Social Anthropology at the University of São Paulo, will receive contributions for assessment from January 31 th to March 31th, 2012. Submitted articles, essays, reviews, releases, interviews, translations, and aesthetic productions must follow the journal’s instructions for authors.One digital copy should be sent per email (cadcampo@usp.br) or by CD-ROM and three printed copies of the works must be submitted to the following addressRevista Cadernos de CampoDepartamento de Antropologia - FFLCH/ USPAv. Prof. Luciano Gualberto, 315São Paulo/SP - BrasilCEP: 05508-900For further information, please write to our email: cadcampo@usp.br

Convocatoria para artículos

Cadernos de Campo – Revista de los estudiantes de posgrado en Antropología Social de la Universidad de São Paulo – informa que se encuentra abierta la convocatoria para publicación de artículos, ensayos, entrevistas, traducciones y producciones estéticas desde Enero 31 hasta el día 31 de marzo del 2012. Los textos deben seguir las intrucciones para autores.Los autores deben enviar los artículos en tres copias impresas, además de una copia al correo electrónico a cadcampo@usp.br em CD-ROM, a la siguiente dirección:Revista Cadernos de CampoDepartamento de Antropologia - FFLCH/ USPAv. Prof. Luciano Gualberto, 315São Paulo/SP - BrasilCEP: 05508-900Para más información escriba al correo electrónico de la revista:cadcampo@usp.br

cordialmente,

Comissão Editorial

Cadernos de Campo - Revista dos Alunos de Pós-Graduação em Antropologia Social da USP
Departamento de Antropologia / FFLCH / USP
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, São Paulo / SP. CEP 05508-900      
(11) 3091-3163      

http://www.fflch.usp.br/da/index.php/publicacoes/cadernos-de-campo

http://www.facebook.com/pages/Cadernos-de-Campo-PPGAS-USP/254297681265060

--
Comissão Editorial
Cadernos de Campo - Revista dos Alunos de Pós-Graduação em Antropologia Social da USP
Departamento de Antropologia / FFLCH / USP
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, São Paulo / SP. CEP 05508-900
(11) 3091-3163
http://www.fflch.usp.br/da/index.php/publicacoes/cadernos-de-campo




--
Comissão Editorial
Cadernos de Campo - Revista dos Alunos de Pós-Graduação em Antropologia Social da USP
Departamento de Antropologia / FFLCH / USP
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, São Paulo / SP. CEP 05508-900
(11) 3091-3163
http://www.fflch.usp.br/da/index.php/publicacoes/cadernos-de-campo

domingo, 29 de janeiro de 2012

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Revista Debates - Dossiê Opinião Pública, Eleições e Participação Política‏

Estimados:

Temos o prazer de informar que o v. 5 n. 2 da Revista Debates- Revista  de Ciência Política do Núcleo de Pesquisa sobre a América Latina e do
PPG em Ciência Política da UFRGS se encontra online  (www.revistadebates.ufrgs.br) com o dossiê Opinião Pública, Eleições e  Participação Política nas Democracias Contemporâneas, organizado pelos  professores Denise Paiva, Helcimara Telles e Pedro Mundim. 

Ao mesmo  tempo, informamos que a Revista Debates está recebendo colaborações em  formato de artigos livres, resenhas e notas de pesquisa (informações  no site acima indicado), nos idiomas português, espanhol ou inglês.

Atenciosamente,

Marcello Baquero
Editor da Revista Debates

ciência política em uma imagem


quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Chamada de artigos para a quarta edição da Revista TODAVIA UFRGS



Prezad@s,

O comitê editorial da Revista Todavia informa que receberá, no período de  26/01/2012 a 01/04/2012, trabalhos para publicação na sua quarta edição.
A Revista Todavia é uma publicação eletrônica voltada para a divulgação da produção acadêmica de alunos de cursos de graduação, ou  recém formados em Ciências Sociais, Antropologia, Ciência Política ou  Sociologia. Ela é editada seguindo os mesmos critérios das revistas  científicas, ou seja, os artigos são submetidos à avaliação pelo comitê editorial (enquadramento nas normas de publicação) e seu mérito  avaliado por pareceristas ad hoc, em regime de sigilo.

Informações detalhadas sobre as normas
para a submissão de trabalhos, acesse:
http://www.ufrgs.br/revistatodavia

Atenciosamente
Comissão Editorial
 da Revista Todavia
www.ufrgs.br/revistatodavia

Action Aid (ONG britanica, muito combativa) contrata assistente para Recife


A ActionAid Brasil, organização que luta contra a pobreza e injustiça social em mais de 40 países, com sede na cidade do Rio de Janeiro, contrata assistente de programas para assessorar e apoiar tecnicamente o gestor de programas e coordenador do direito a educação e equipe, sediado em Recife (PE). São requisitos indispensáveis: curso superior nas áreas de Ciências Humanas, Sociais e afins; fluência (oral e escrita) em português e inglês (espanhol será diferencial); experiência comprovada na função de assistente; habilidade para secretariar reuniões, redigir minutas controlar a agenda e atividades do dia-a-dia, evitando conflito de compromissos; organizar logística de eventos e viagens (nacionais e internacionais); apoiar a equipe na elaboração e implementação do plano de trabalho anual; elaborar relatórios e outros documentos institucionais; gerir contratos e convênios; facilitar a comunicação da coordenação de programas com organizações parceiras locais e nacionais, agindo como interlocutor(a) com a Actionaid Internacional.


Além disso, deverá apoiar a implementação e o monitoramento de projetos e atividades da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, com excelente capacidade para organizar arquivos e documentos, inclusive relatórios de prestação de contas; ter. abordagem pró ativa e eficiente para gerenciamento de e-mails, correspondências e resolução de problemas de maneira geral; excelentes conhecimentos sobre os principais programas de informática usados em escritórios; e disponibilidade e vontade para viagens (nacionais e internacionais).


Serão diferenciais: especialização e/ou pós-graduação em pedagogia e/ou educação; capacidade de trabalhar em ambiente multicultural, ter experiência em cargo similar em ONGs, redes e movimentos sociais, órgãos de governo, agências de financiamento, e/ou fundações, incluindo gestão administrativa.


Interessados/as devem enviar currículo, duas referências profissionais (nome, cargo, instituição, telefone e e-mail) e carta (com último salário e pretensão salarial) justificando interesse e capacidades para o trabalho, para vagas@actionaid.org, até 29 de janeiro.

SELEÇÃO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO SOCIOLOGIA UFC



Seleção para professor substituto de Sociologia da UFC
40 horas
Inscrições dias 30 e 31 de janeiro e 01 de fevereiro de 2012, de 08 às 11 e de 14 às 17 horas
No Departamento de Ciências Sociais
Veja edital em http://www.srh.ufc.br/images/stories/arquivos/editais/2012/substituto/edital22_2012.pdf

UMA BANDEIRA


Uma bandeira: luta pela demarcação do espaço de trabalho



por PEDRO MOURÃO

Hoje eu ouvi um desabafo de um colega, de graduação e amigo de longa data.

Ele me falou de algo que deve ser refletido por todos e visto como uma de nossas bandeiras de reivindicação.
A garantia do espaço do cientista social para as disciplinas de nossa área nas faculdades privadas.

Todas as faculdades particulares existentes de Fortaleza devem ter em seus quadros sociólogos lecionando as disciplinas das ciências sociais e afins.
Caso essas faculdades não tiverem um sociólogo de formação ensinando estas disciplinas, o papel do sindicato é entrar com uma denuncia no na justiça do trabalho e Ministério da Educação (MEC).
Com isso, profissionais de outras áreas dão essas aulas e tomam os espaços dos cientistas sociais.
O MEC exige por lei que um profissional formado na área de Ciências Sociais deve lecionar as disciplinas equivalentes. Mas o que está acontecendo é justamente o contrário. Muitas vezes a faculdade usa o nome de um professor formado em Ciências Sociais Ser aprovado na avaliação do MEC, mas de fato quem está na sala de aula é alguém de outra área.
O meu desejo é que as coisas fossem feitas da maneira justa!
Se vagar uma disciplina da antropologia, sociologia ou ciência política? A Faculdade deve fazer um concurso, uma seleção e convoquem o melhor colocado ao invés de chamar qualquer um para tomar nosso lugar!!!!!!!!
Não devemos aceitar que as “panelinhas” e o poder do “quem indica” tome nosso espaço de direito.

Eu acredito que se nós unirmos a coisa anda para frente.
Todo Cientista Social deve ser fiscal do nosso espaço, e se ver um irregularidade deve denunciar o mais rápido possível para o sindicato, e assim nos tomarmos as providencias legais cabíveis.

Caso a faculdade ou órgão não corrigir sua conduta faremos uma mobilização e mostraremos a força do Sociologia do Ceará!!!!!!!!!

BOA LUTA PARA TODOS!!!!!!!!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

PRÊMIO PIERRE VERGER - INSCRIÇÕES ATÉ 26/01‏


PRÊMIO PIERRE VERGER DE VÍDEO E FOTOS ETNOGRÁFICOS:
ENCERRAMENTO DAS INCRIÇÕES DIA 26 DE JANEIRO 
 

Concurso para professor ciências sociais - saúde coletiva FCE/UnB


Prezadas(os),
 
por favor,  divulguem para os interessados em Antropologia da Saúde, o concurso para professor adjunto no curso de saúde coletiva da FCE/UnB (edital nº 20/2012) na área de ciências sociais em saúde.
http://xa.yimg.com/kq/groups/7238292/1462103932/name/ed_abertura_20_2012_fub_unb.pdf

Mais de 200 livros para você baixar gratuita e legalmente


1. A Divina Comédia - Dante Alighieri
2. 
A Comédia dos Erros - William Shakespeare
3. 
Poemas de Fernando Pessoa - Fernando Pessoa
4. 
Dom Casmurro - Machado de Assis
5. 
Cancioneiro - Fernando Pessoa
6. 
Romeu e Julieta - William Shakespeare
7. 
A Cartomante - Machado de Assis
8. 
Mensagem - Fernando Pessoa
9. 
A Carteira - Machado de Assis
10. 
A Megera Domada - William Shakespeare
11. 
A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca - William Shakespeare
12. 
Sonho de Uma Noite de Verão - William Shakespeare
13. 
O Eu profundo e os outros Eus. - Fernando Pessoa
14. 
Dom Casmurro - Machado de Assis
15.. 
Do Livro do Desassossego - Fernando Pessoa
16. 
Poesias Inéditas - Fernando Pessoa
17. 
Tudo Bem Quando Termina Bem - William Shakespeare
18. 
A Carta - Pero Vaz de Caminha
19. 
A Igreja do Diabo - Machado de Assis
20. 
Macbeth- William Shakespeare
21. 
Este mundo da injustiça globalizada - José Saramago
22. 
A Tempestade - William Shakespeare
23. 
O pastor amoroso - Fernando Pessoa
24. 
A Cidade e as Serras – José Maria Eça de Queirós
25. 
Livro do Desassossego - Fernando Pessoa
26. 
A Carta de Pero Vaz de Caminha - Pero Vaz de Caminha
27. 
O Guardador de Rebanhos - Fernando Pessoa
28. 
O Mercador de Veneza - William Shakespeare
29. 
A Esfinge sem Segredo - Oscar Wilde
30. 
Trabalhos de Amor Perdidos - William Shakespeare
31. 
Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
32. 
A Mão e a Luva - Machado de Assis
33. 
Arte Poética - Aristóteles
34. 
Conto de Inverno - William Shakespeare
35. 
Otelo, O Mouro de Veneza - William Shakespeare
36. 
Antônio e Cleópatra - William Shakespeare
37. 
Os Lusíadas - Luís Vaz de Camões
38. 
A Metamorfose - Franz Kafka
39. 
A Cartomante - Machado de Assis
40. 
Rei Lear- William Shakespeare
41. 
A Causa Secreta - Machado de Assis
42. 
Poemas Traduzidos - Fernando Pessoa
43. 
Muito Barulho Por Nada - William Shakespeare
44. 
Júlio César - William Shakespeare
45. 
Auto da Barca do Inferno - Gil Vicente
46. 
Poemas de Álvaro de Campos - Fernando Pessoa
47. 
Cancioneiro - Fernando Pessoa
49. 
A Ela -Machado de Assis
50. 
O Banqueiro Anarquista -Fernando Pessoa
51. 
Dom Casmurro -Machado de Assis
52. 
A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho
53. 
Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
54. 
Adão e Eva -Machado de Assis
55. 
A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
56. 
A Chinela Turca -Machado de Assis
57. 
As Alegres Senhoras de Windsor -William Shakespeare
58. 
Poemas Selecionados -Florbela Espanca
59. 
As Vítimas-Algozes -Joaquim Manuel de Macedo
60. 
Iracema -José de Alencar
61. 
A Mão e a Luva -Machado de Assis
62. 
Ricardo III -William Shakespeare
63. 
O Alienista -Machado de Assis
64. 
Poemas Inconjuntos-Fernando Pessoa
65. 
A Volta ao Mundo em 80 Dias -Júlio Verne
66. 
A Carteira -Machado de Assis
67. 
Primeiro Fausto -Fernando Pessoa
68. 
Senhora -José de Alencar
69. 
A Escrava Isaura -Bernardo Guimarães
70. 
Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
71. 
A Mensageira das Violetas -Florbela Espanca
72. 
Sonetos -Luís Vaz de Camões
73. 
Eu e Outras Poesias -Augusto dos Anjos
74. 
Fausto -Johann Wolfgang von Goethe
75. 
Iracema -José de Alencar
76. 
Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
77. 
Os Maias -José Maria Eça de Queirós
78. 
O Guarani -José de Alencar
79. 
A Mulher de Preto -Machado de Assis
80. 
A Desobediência Civil -Henry David Thoreau
81. A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio
82. 
A Pianista -Machado de Assis
83. 
Poemas em Inglês -Fernando Pessoa
84. 
A Igreja do Diabo -Machado de Assis
85. 
A Herança -Machado de Assis
86. 
A chave -Machado de Assis
87. 
Eu -Augusto dos Anjos
88. 
As Primaveras -Casimiro de Abreu
89. 
A Desejada das Gentes -Machado de Assis
90. 
Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
91. 
Quincas Borba -Machado de Assis
92. 
A Segunda Vida -Machado de Assis
93. 
Os Sertões -Euclides da Cunha
94. 
Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
95. 
O Alienista -Machado de Assis
96. 
Don Quixote. Vol. 1 - Miguel de Cervantes Saavedra
97. Medida Por Medida - William Shakespeare
98. 
Os Dois Cavalheiros de Verona - William Shakespeare
99. 
A Alma do Lázaro - José de Alencar
100. 
A Vida Eterna - Machado de Assis
101. 
A Causa Secreta - Machado de Assis
102. 
14 de Julho na Roça - Raul Pompéia
103. 
Divina Comedia - Dante Alighieri
104. 
O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
105. 
Coriolano - William Shakespeare
106. 
Astúcias de Marido - Machado de Assis
107. 
Senhora - José de Alencar
108. 
Auto da Barca do Inferno - Gil Vicente
109. 
Noite na Taverna - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
110. 
Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
111. 
A 'Não-me-toques' ! - Artur Azevedo
112. 
Os Maias - José Maria Eça de Queirós
113. 
Obras Seletas - Rui Barbosa
114. 
A Mão e a Luva - Machado de Assis
115. 
Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
116. 
Aurora sem Dia - Machado de Assis
117. 
Édipo-Rei - Sófocles
118. O Abolicionismo - Joaquim Nabuco
119. 
Pai Contra Mãe - Machado de Assis
120. 
O Cortiço - Aluísio de Azevedo
121. 
Tito Andrônico - William Shakespeare
122. 
Adão e Eva - Machado de Assis
123. 
Os Sertões - Euclides da Cunha
124. 
Esaú e Jacó - Machado de Assis
125. 
Don Quixote - Miguel de Cervantes
126. 
Camões - Joaquim Nabuco
127. 
Antes que Cases - Machado de Assis
128. 
A melhor das noivas - Machado de Assis
129. 
Livro de Mágoas - Florbela Espanca
130. 
O Cortiço - Aluísio de Azevedo
131. 
A Relíquia - José Maria Eça de Queirós
132. 
Helena - Machado de Assis
133. 
Contos - José Maria Eça de Queirós
134. 
A Sereníssima República - Machado de Assis
135. 
Iliada - Homero
136. Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
137. 
A Brasileira de Prazins - Camilo Castelo Branco
138. 
Os Lusíadas - Luís Vaz de Camões
139. 
Sonetos e Outros Poemas - Manuel Maria de Barbosa du Bocage
140. 
Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco. -Fernando Pessoa
141. 
Anedota Pecuniária - Machado de Assis
142. 
A Carne - Júlio Ribeiro
143. 
O Primo Basílio - José Maria Eça de Queirós
144. 
Don Quijote - Miguel de Cervantes
145. 
A Volta ao Mundo em Oitenta Dias - Júlio Verne
146. 
A Semana - Machado de Assis
147. 
A viúva Sobral - Machado de Assis
148. 
A Princesa de Babilônia - Voltaire
149. 
O Navio Negreiro - Antônio Frederico de Castro Alves
150. 
Papéis Avulsos - Machado de Assis
152. 
Eterna Mágoa - Augusto dos Anjos
153. 
Cartas D'Amor - José Maria Eça de Queirós
154. 
O Crime do Padre Amaro - José Maria Eça de Queirós
155. 
Anedota do Cabriolet - Machado de Assis
156. 
Canção do Exílio - Antônio Gonçalves Dias
157. 
A Desejada das Gentes - Machado de Assis
158. 
A Dama das Camélias - Alexandre Dumas Filho
159. 
Don Quixote. Vol. 2 - Miguel de Cervantes Saavedra
160. Almas Agradecidas - Machado de Assis
161. 
Cartas D'Amor - O Efêmero Feminino - José Maria Eça de Queirós
162. 
Contos Fluminenses - Machado de Assis
163. 
Odisséia - Homero
164. 
Quincas Borba - Machado de Assis
165. 
A Mulher de Preto - Machado de Assis
166. 
Balas de Estalo - Machado de Assis
167. 
A Senhora do Galvão - Machado de Assis
168. 
O Primo Basílio - José Maria Eça de Queirós
169. 
Inglesinha Barcelos - Machado de Assis
170. 
Capítulos de História Colonial (1500-1800) - João Capistrano de Abreu
171. 
CHARNECA EM FLOR - Florbela Espanca
172. 
Cinco Minutos - José de Alencar
173. 
Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel Antônio de Almeida
174. 
Lucíola - José de Alencar
175. 
A Parasita Azul - Machado de Assis
176. 
A Viuvinha - José de Alencar
177. 
Utopia -Thomas Morus
178. 
Missa do Galo - Machado de Assis
179. 
Espumas Flutuantes - Antônio Frederico de Castro Alves
180. 
História da Literatura Brasileira: Fatores da Literatura Brasileira - Sílvio Romero
181. 
Hamlet - William Shakespeare
182. 
A Ama-Seca - Artur Azevedo
183. 
O Espelho - Machado de Assis
184. 
Helena - Machado de Assis
185. 
As Academias de Sião - Machado de Assis
186. 
A Carne - Júlio Ribeiro
187. 
A Ilustre Casa de Ramires - José Maria Eça de Queirós
188. 
Como e Por Que Sou Romancista - José de Alencar
189. 
Antes da Missa - Machado de Assis
190. 
A Alma Encantadora das Ruas - João do Rio
191. 
A Carta - Pero Vaz de Caminha
192. 
LIVRO DE SÓROR SAUDADE - Florbela Espanca
193. 
A mulher Pálida - Machado de Assis
194. 
Americanas - Machado de Assis
195. 
Cândido - Voltaire
196. 
Viagens de Gulliver - Jonathan Swift
197. El Arte de la Guerra - Sun Tzu
198. Conto de Escola - Machado de Assis
199. 
Redondilhas - Luís Vaz de Camões
200. 
Iluminuras - Arthur Rimbaud
201. 
Schopenhauer-Thomas Mann
202. 
Carolina - Casimiro de Abreu
203. 
A esfinge sem segredo - Oscar Wilde
204. 
Carta de Pero Vaz de Caminha. - Pero Vaz de Caminha
205. 
Memorial de Aires - Machado de Assis
206. 
Triste Fim de Policarpo Quaresma - Afonso Henriques de Lima Barreto
207. 
A última receita - Machado de Assis
208. 
7 Canções - Salomão Rovedo
209. Antologia - Antero de Quental
210. 
O Alienista - Machado de Assis
211. 
Outras Poesias - Augusto dos Anjos
212. 
Alma Inquieta - Olavo Bilac
213. 
A Dança dos Ossos - Bernardo Guimarães
214. 
A Semana - Machado de Assis
215. 
Diário Íntimo - Afonso Henriques de Lima Barreto
216. 
A Casadinha de Fresco - Artur Azevedo
217. 
Esaú e Jacó -Machado de Assis
218. 
Canções e Elegias - Luís Vaz de Camões
219. 
História da Literatura Brasileira - José Veríssimo Dias de Matos
220. 
A mágoa do Infeliz Cosme - Machado de Assis
221. 
Seleção de Obras Poéticas - Gregório de Matos
222. 
Contos de Lima Barreto - Afonso Henriques de Lima Barreto
223. 
Farsa de Inês Pereira - Gil Vicente
224. 
A Condessa Vésper - Aluísio de Azevedo
225. 
Confissões de uma Viúva - Machado de Assis
226. 
As Bodas de Luís Duarte - Machado de Assis
227. 
O LIVRO D'ELE - Florbela Espanca
228. 
O Navio Negreiro - Antônio Frederico de Castro Alves
229. 
A Moreninha - Joaquim Manuel de Macedo
230. 
Lira dos Vinte Anos - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
231. 
A Orgia dos Duendes - Bernardo Guimarães
232. 
Kamasutra - Mallanâga Vâtsyâyana
233.. Triste Fim de Policarpo Quaresma - Afonso Henriques de Lima Barreto
234. 
A Bela Madame Vargas - João do Rio
235. 
Uma Estação no Inferno - Arthur Rimbaud
236. 
Cinco Mulheres - Machado de Assis
237. 
A Confissão de Lúcio - Mário de Sá-Carneiro
238. 
O Cortiço - Aluísio Azevedo
239. 
RELIQUIAE - Florbela Espanca
240. 
Minha formação - Joaquim Nabuco
241. 
A Conselho do Marido - Artur Azevedo
242. 
Auto da Alma - Gil Vicente
243. 
345 - Artur Azevedo
244. 
O Dicionário - Machado de Assis
245. 
Contos Gauchescos - João Simões Lopes Neto
246... 
A idéia do Ezequiel Maia - Machado de Assis
247. 
AMOR COM AMOR SE PAGA - França Júnior
248. 
Cinco minutos - José de Alencar
249. 
Lucíola - José de Alencar
250. 
Aos Vinte Anos - Aluísio de Azevedo
251. 
A Poesia Interminável - João da Cruz e Sousa
252. 
A Alegria da Revolução - Ken Knab
253. O Ateneu - Raul Pompéia
254. 
O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos - Afonso Henriques de Lima Barreto
255. 
Ayres e Vergueiro - Machado de Assis
256. 
A Campanha Abolicionista - José Carlos do Patrocínio
257. 
Noite de Almirante - Machado de Assis
258. 
O Sertanejo - José de Alencar
259. 
A Conquista - Coelho Neto
260. 
Casa Velha - Machado de Assis
261. 
O Enfermeiro - Machado de Assis
262. 
O Livro de Cesário Verde - José Joaquim Cesário Verde
263. 
Casa de Pensão - Aluísio de Azevedo
264. 
A Luneta Mágica

Estudar e punir

Desenho e textode Débora Vaz
Mais desenhos e textos aqui

Dica de filme: O enigma de Kaspar Hauser


Via  http://sociologiadeplantao.blogspot.com/2010/03/o-homem-e-um-animal-social.html

Lendas e mitos relatam histórias de heróis que, mesmo crescendo no isolamento, tornam-se humanos - Rômulo e Remo, Tarzan, Mogli -, apresentando comportamentos compatíveis com os demais seres humanos. Entretanto, para se tornar humano, o homem tem de aprender com seus semelhantes uma série de atitudes que jamais poderia desenvolver no isolamento. Já entre as outras espécies de animais, uma cria, mesmo separada do seu grupo de origem, apresentará, com o tempo, as mesmas atitudes de seus semelhantes, na medida em que estas decorrem, sobretudo, de sua bagagem genética e se desenvolvem de forma espontânea.

O cienasta alemão Werner Herzog trata justamente desse tema em seu filme O enigma de Kaspar Hauser, de 1974. Baseado no livro do austríaco Jacob Wassermann, ele mostra como um homem criado longe de outros seres de sua espécie é incapaz de se humanizar, não conseguindo desenvolver aptidões e reações que lhe dêem identidade e possibilidade de interagir satisfatoriamente com seus semelhantes.




Portanto, para que um bebê humano se transforme em um homem propriamente dito, viver e se reproduzir como tal, é necessário um longo aprendizado, em que as gerações mais velhas transmitem às mais novas suas experiências e conhecimentos. Essa característica da humanidade dependeu, entretanto, da nossa capacidade de criar símbolos que constituem as linguagens, por meio das quais somos capazes de nos comunicar, transmitindo aos outros o legado de nossa experiência de vida, compartilhando os sentidos que a ela atribuímos.

Dessa forma, o homem, transmite suas experiências e visões de mundo utilizando a comunicação, estabelecendo-se uma íntima indentidade entre linguagem, experiência e realidade, que é a base do imaginário e do conhecimento humano.

Fonte:

COSTA, Maria Cristina Castilho. Sociologia: introdução à ciência da sociedade. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Moderna, 2005.